28 de ago de 2012

Vai entender...

Passei em consulta com a médica que me acompanha no pós operatório semana passada. Tô bege até agora.

Meus exames estão dentro das referências, todos no limite inferior, mas dentro das referências. Ela é bem exagerada sabe, e acho que tem que ser mesmo, afinal, trabalhamos numa das maiores (se não a maior) instituição de saúde da América Latina, o padrão tem que ser outro mesmo, mas ela foi categórica:

SE BAIXAR MAIS UM PONTINHO, QUALQUER DESTES EXAMES, VOCÊ SERÁ CONSIDERADA UMA PESSOA DESNUTRIDA.

Para tudo!!! De ex obesa a desnutrida em 1 ano??? Sou mega xiita com minha alimentação. Ok. Confesso que dei uma "relaxada" nos últimos 45 dias devido o trabalho. Mudei de posição dentro da empresa e estou em adaptação, com muitas demandas, perdi um pouco a mão do comer de 3 em 3 horas, priorizando proteinas, mas minha alimentação continuou mega equilibrada, pouca quantidade de comidas nas refeições e de refeições, mas equilibrada. Até aí, ser uma "semi desnutrida", fala sério né...

Tomo todos meus suplementos direitinho. São eles: Centrum (importado) e Beneroc Complex diariamente e Citoneurim mensalmente (pelo menos a B12 tá ótima, ufa!!!). Agora ela acrescentou vitamina D. Ok, até aí, trabalho dentro de uma tumba, onde não sei se é dia ou noite, normal né... Ferro... bem, esse ela já tinha passado, mas não consigo tomar... é eu começar a tomar e meu intestino trava. Aí não dá né, tomar ferro e viver com crises de homorróidas ou fissuras parece até piadinha infame de boteco né...

Resumo:
- Whey Protein todos os dias
- Virar um leão comendo carne vermelha até no café da manhã
- Tratamento intensivo de Noripurum durante 2 meses... 2 vezes por semana inicialmente

Tudo bem, que bom que ela é chata, assim sei que não vou ter 12 fraturas espontâneas na coluna como uma colega de trabalho gastroplastizada que não fazia acompanhamento... pois é... ela me contou que sem proteína, desnutrida, o osso enfraquece, e não é só isso, sem musculo, o osso também enfraquece. Aí quebra. Sozinho. E o problema não é só esse... ela perguntou se já tinha colocado um parafuso numa prancha de compensado (guarda roupa Casa Bahia manja?) e observado o que ocorre. Então, ela disse que é isso que ocorre com o osso... CARACA!!!!

Bem, operei para ter saúde e ver meu filho crescer, se formar, casar, me dar netos... é bom tomar vergonha na cara né...

Mas voltando. Comecei a refletir fora da caixa. Ela é uma médica fora do padrão, é só olhar os blogs, conversar com outras pessoas (principalmente na sala de espera do Garrido) e pensei: oras, eu sou xiita, acompanho mensalmente com o clínico, a médica é chata pacas, acompanho com nutri, psico, e tô quase desnutrida, qual será a realidade de 90% dos gastroplastizados que mal lembram que tem um estomago de 50 ml's? Vão morrer todos em 10 anos de desnutrição ou lesões na coluna vertebral?????

Sei lá, fica a reflexão. O Brasil é mestre em banalizar tudo né? Gastroplastia é coisa muito séria... juro por essa luz que me ilumina, sou muito chata com minha alimentação e com os profissionais que me acompanham e cheguei neste ponto, imagina quem tá .agando pra tudo...

Um comentário:

A Fim de Viver disse...

Oi Gi, tudo bem?

Estou fazendo tudo pelo Instituto Garrido também. Quem é essa médica que te acompanha?

Bjs