21 de dez de 2011

Festas de final de ano...

Bom, o blog está tão sem sentido para mim ultimamente. Sinceramente, não tenho mais nada a falar sobre a cirurgia. Minha vida voltou a ser a mesma, normal, sem nada diferente por conta da cirurgia.

Quer dizer, sem nada na rotina diferente. Lógico que mudou!!! Entro nas roupas que escolho, tenho disposição, não tenho mais doenças associadas, tenho folego, enfim, mudou muito, mas a rotina, de boa, tudo igual.

Como bem, as comidinhas que já comia (fiz RA antes, fundamental para não sofrer por besteira). Tenho que tomar cuidado com gorduras, pronto, se fizer isso, fico de boa.

Descobri que o sorvete Molico desce que é uma beleza, não tem gordura, não tem açúcar, tudo de bom!

Meu cabelo tá caindo muito mas já estou tomando Pantogar. Já começou a diminuir a quantidade, ótimo!

Continuo com a psicologa, mesmo sem a cirurgia já ia, então, tudo igual.

Ganhei um vestidinho e uma camisa lindas do maridão, a camisa ainda não serviu, mas nem troquei, logo já serve. O vestido, achei que não ia servir, serviu e ficou lindo!

Comprei um maio branco com estampa rosa e verde, lindo!! Quando que ia comprar um maio destes!!!

Enfim, sobre a falta de mudança na rotina: não entalo, não tenho dumping, como bem (quer dizer, tenho comido menos de 200 gr por refeição... acho que estou pecando na carninha e no queijo, mas ok).

Não consigo ter assunto para colocar aqui... sorry!!! O objetivo era registrar as coisas da cirurgia... a única coisa que me remete a cirurgia são as cicatrizes.

Sim, nem tenho mais "revertez" com água, consigo tomar 3 ou 4 goles bacanas de água... hummmmm que delícia fazer isso!!!!! Não vai mais que isso, mas a sensação já é ótima.

Ah! Coisa ruim. A imunidade está baixa... a gineco disse que isso é normal, que ela tem outras pacientes com bariátrica e fica um tempo assim mesmo, ou seja, funguinho e bactéria passa na esquina a periquita já fica encandecente... bom isso né? Antes não conseguia usar por que não tinha pique, ficava dolorida, sem folego por conta do peso... agora que tenho pique, folego e muita vontade, a periquita fica encandecente, como diz a gineco!!! kkkkkk

Hoje já comprei um monte de calcinhas de algodão, ela proibiu de usar de outra que não seja algodão... fazer né... vamo que vamo...

E é isso. Tenho visitado diariamente os blogs que sigo, as vezes fico até com inveja quando vejo que as meninas sempre tem assunto, mas vejo também que as que postam mais não falam somente da cirurgia, aí ok né, tem assunto por que trata de N coisas... sobre a cirurgia, de boa, em quase 5 meses o assunto realmente acabou... ou quase...

Aproveito para desejar a todos nós que tivemos coragem para enfrentar uma mudança tão radical e benéfica um 2012 cheio de saúde, saúde, saúde, amor, paz, saúde, felicidade, saúde e tudo de bom!!!!

29 de nov de 2011

Então né...

Sabe, acho que ando numa fase pouco tolerante. Atolada de problemas no trabalho, alguns probleminhas pessoais básicos, mas o que mais tem me deixado doida é que as pessoas acham que você tem que virar ET por ter feito a gastroplastia.

De boa, vivo normalmente, me alimento normalmente, convivo com as pessoas normalmente. Que saco as pessoas olharem para meu prato e ficarem com cara de piedade! PORRA, nunca vivi para comer, sempre comi para viver. Sim, claro, fiquei obesa por que tive crises autodestrutivas ao longo da vida, autopunição, mas passou.  Nunca tive prazer em passar uma tarde inteira dentro de uma churrascaria, muito menos de devorar um bolo de chocolate inteiro.

Mais uma coisa que me irrita são as pessoas achando que eu tenho que me achar o máximo, o último Negresco do pacote. ALTO LÁ!!!! Sou a mesma pessoa, não vou me tornar esnobe muito menos fútil por que estou emagrecendo não. Meu objetivo sempre foi voltar a ter saúde, disposição, vontade de viver, não de ficar saradona e entrar numa calça 38.

Nunca fui extremamente vaidosa, na verdade, nunca fui quase nada vaidosa, ok, a natureza ajudava mais na junventude, hoje me cuido um pouco mais, afinal, não sou mais uma mocinha, mas me nego a ficar presa a moda, cosméticos, maquiagem. PARA NÉ?!

Gosto sim de me arrumar, ficar visualmente agradável A MIM MESMO e ao MEU MARIDO. O que os outros pensam, de boa, não me interessa em nada. Nunca liguei para opinião alheia, não é agora que vou ligar né.

E aí vem o pessoal que fez a cirurgia: "Ai que não consigo comer.", "Ai que estou ficando toda mole", "Ai que passo um monte de vontade", "Ai que sou o/a mais gostosa do mundo", "Ai que eu acho um saco isso, um saco aquilo", "Ai que operar muito gordo é furada". PORRA!!!! Operou pra que???!!!!! Só para ficar enchendo meu saco depois???!!!

Todo mundo, salvo aqueles que tem a má sorte de cair nas mãos dos carniceiros que se dizem médicos, tem informações suficientes para saber que é uma mudança drástica de vida, NÃO RECLAMA DEPOIS!!! Fez por que quis, ninguém obrigou...

Aí, quando eu viro e falo: Não tenho entalos mais, não vomito, como quase de tudo (sim, não cortei nada da alimentação basicamente, as coisas que hoje não como, já não comia antes), não tô ficando com cara de morta, meus exames estão ótimos, me olham como se fosse um ET. Para né?! Tô fazendo minha parte, e que Deus me guie para fazer sempre.

Tomar dois comprimidinhos de manhã não me matam, ter que tomar meio copo d'água quando estou com sede ao invés de 1,5 lts de uma vez também não, comer pouco muito menos, não sinto fome!!!!

Mas o pior de tudo é quando vem aqueles espertões, que não fizeram cirurgia mas que "manjam tudo" e teimam comigo que eu não fiz cirurgia ("Ah, você não fez não, deve estar fazendo qualquer outra coisa"), só por que EU NÃO ESTOU PÁLIDA, NEM COM A CARA MURCHA, NEM COM A PELE RUIM, NEM COM MAL HUMOR, NEM VOMITANDO TODA HORA. CARvALHO!!!!!!!!!!!! Que é isso!!!!!!! GRAÇAS A DEUS não estou pálida, com a cara murcha, nem pele ruim, nem passando mal... que ótimo! Objetivo alcançado!

Odeio ser comparada com o todo. Deus me fez um INDIVIDUO para ter características minhas. PHODA-SE se não estou usando o sapato da moda, PHODA-SE se não tenho um carro considerado top de linha, PHODA-SE que não conheço AQUELE restaurante, PHODA-SE que não conheço a Disney, PHODA-SE QUEM NÃO TEM O QUE FAZER E FICA CUIDANDO DA MINHA VIDA!!!!

EU SOU FELIZ PRA CACETE E ISSO QUE IMPORTA PARA MIM, O RESTO É BOSTA!!!!!


Acho que estou um pouquinho intolerante hoje.... kkkkkkkkk

28 de nov de 2011

4 meses

Então, no dia de hoje, parabéns para mim né? Afinal, chegar aos 4 meses de gastro sem lembrar que fez gastro acho que é um presentão.

Hoje tenho vida normal. Me adaptei totalmente ao meu pequeno estomago. Raras vezes acontece algum acidente de percurso, posso dizer que esse último mês não houve nenhum, muito pelo contrário, foi só alegria.

Entrei na fase de não ter absolutamente nada a dizer sobre o assunto muito antes do que imaginei que entraria... rs... O próprio blog vai perdendo um pouco o sentido. A dieta tá adaptada, as roupas ficando largas, eu mais disposta, mais feliz, e no mais, vida normal.

Ah! Meus cabelos estão despencando, para não dizer que não tenho novidades... tá caindo demais! Um horror!!!!

Não comecei atividade física ainda, devo começar amanhã, se tudo der certo.


E é isso aí, parabéns pra mim!!!

25 de nov de 2011

Festas de confraternização

Quase todas empresas hoje em dia fazem festas de confraternização. Aqui não é diferente. São 3 dias de festa, sempre com uma banda legal. Nosso dia de ir foi ontem. Esse ano foi o Kid Abelha. Gosto, mas é meio paradinho para festa de confraternização.

Já tinha dito para o povo aqui que esse ano ia me jogar, o povo ficou meio assim, mas fiz. Gente, que tudo.

Em 2009, foi festa Country, dancei, brinquei, foi bem legal, mas fiquei com a coluna, joelhos e tornozelos doendo mais de 2 semanas. Sai da festa antes de terminar, eram 00:30 h.

Em 2010 a festa foi com Paralamas do Sucesso. Mal consegui assistir o show. Foi muito frustrante, pois não conseguia ficar em pé de tanta dor. Sentada, vendo todo mundo se divertir não consegui ficar. Sai da festa assim que acabou o show praticamente, não eram nem 23:00 h.

Em compesação ontem, me joguei com vontade total!!!! Nem sei onde meu povo sentou, não vi a mesa! Fiquei o tempo inteirinho na pista. O show foi acompanhado com coreografias e cantando todas as musicas, e me atirei literalmente na pista com o DJ. Fui embora 00:55 h, a festa costuma acabar as 01:30 h. Coloquei uma danadinha de uma sandália que ficou fazendo fricção na pele abaixo da unha do dedão do meu pé. Resultado? Bola. Melhor, bolha estourada. Tentei, mas ficou insana a dor quando eu andava ou mexia o pé. Tirar a sandália nem pensar, o chão tava imundo de tanta cerveja.

Lembrei da cirurgia? Definitivamente não. Quando cheguei comi dois canapés e meio copo d'água. Quando entramos para a apresentação inicial, comi um mini lanchinho e comecei a tomar cerveja. Foram 4 copos e depois só água. No decorrer de toda festa comi mais 1 mini lanchinho e quando fui embora comi 2 mini tortas, uma de morango e outra de uva (mini mesmo viu, dava uma colher de sopa, assim como os lanches, que eram do tamanho de um salgadinho de festa).

Fiquei ótima, alegrinha, não bebada, pois não costumo mais beber a muito tempo, então, 4 copos de cerveja é muita cerveja para mim.

E foi isso, me senti vitoriosa e muito feliz, afinal, tô recuperando minha vida.

Abaixo uma retro com fotos das festas. 2009, 2010 e 2011, ontem, respectivamente.

16 de nov de 2011

Sem assunto...

Sabe, não sei se fui privilegiada ou se é assim com todo mundo, mas ultimamente nem me lembro que fiz a gastroplastia, a não ser pelas cicatrizes.
Minha alimentação já está mega adaptada, é raríssimo eu passar mal com alguma coisa, e quando passo, já como tendo idéia que pode me fazer mal. A qualidade do que como não mudou muito, na verdade, passei a ingerir mais carne e menos carboidrato (arroz, macarrão, batata, farinhas e afins), pois não cabe... prefiro comer meus legumezinhos como acompanhamento ao carboidrato. Já não comia frituras, montes de açúcar, refrigerantes, montes de álcool, então, basicamente o que mudou foram as quantidades.
Esse  final de semana do feriado tive a prova de fogo que as coisas andam bem monótonas. Fui ao casamento de um amigo no interior de SP. Chegamos mais cedo, fomos em uma grande turma e ficamos no mesmo hotel, reservamos a churrasqueira do hotel e começamos a grande farra as 14:30 h (quer dizer, começou antes, nós chegamos esse horário).
Comi minhas carninhas (não deu nem de longe 200 gr), até um pãozinho de alho eu arrisquei uns pedacinhos. Aí, experimentei um drink que meu marido fez a base de vodka e depois continuei bicando a cerveja dele (bicando mesmo, já bebia uma miserinha antes da cirurgia).
Chegando ao casamento, comi alguns petisquinhos, bem pouquinho, deve ter dado uns 4 ou 5 coisinhas (um tomatinho cereja recheado, um mini quiche de bacalhau, um bolinho de shitake e uma esfirrinha de carne), biquei a cervejinha do marido e tomei umas 3 ou 4 taças de vinho frisante. Lá pelas tantas jantei, comi uma trouxinha de massa recheada com ricota e nozes e duas fatias finas de carne ao molho madeira.
Sabe o que aconteceu? Nada. Absolutamente nada. Fiquei super bem, não fiquei bêbada, fiquei numa boa, a última coisa que lembrei é que fiz cirurgia. Quer dizer, lembrei bastante da cirurgia pelos elogios né... kkkkk
Cheguei a conclusão que não tenho muito o que colocar aqui de novidades... tá tudo tão normal na minha vida. Fico tentando imaginar de onde algumas amigas gastroplastizaas conseguem tanto assunto sobre o pós operatório... acho que sou ruim mesmo de relatos ou to muito diferente de todo mundo... será isso preocupante?

4 de nov de 2011

Loucuras...

Hoje retornei com a endócrino aqui do centro de saúde ocupacional. Fiquei mais chocada do que já sou com as loucuras que pessoas despreparadas fazem por conta de estética.

Ela me disse que tinha atendido pela manhã uma colega de trabalho que fez a bariátrica em 2004 e retornou da segunda cirurgia. Aí, eu ingênua perguntei: "Da plástica Dra.?", ela respondeu: "Não, da segunda bariátrica. Operou, emagreceu e conseguiu engordar tudo novamente, pior, o médico dela é tão irresponsável quanto ela, operou novamente utilizando outra técnica, que sinceramente, não sei qual é, pois ela tinha feito Capella, aquela com anel.".

Essa funcionária nunca fez acompanhamento nem pré nem pós operatório com ninguém, simplesmente operou por que tinha preguiça de fazer dieta.

Me assusta como os profissionais de saúde no Brasil se vendem por tão pouco. Como um psicologo, um clínico e um cardiologista dão atestado de óbito para uma pessoa destas? Sim, por que é um suicidio lento como disse a minha médica, e eu concordo.

Imagina só, passar por uma cirurgia de alto risco, emagrecer e voltar a engordar tudo novamente. É UM ABSURDO!!!!.

Ela me disse também que já é o segundo colaborador do hospital (sim, trabalho num hospital!!!!!) que faz a segunda cirurgia por ter engordado tudo novamente. Fiquei chocada demais...

Eu sou defensora da bandeira que a cirurgia tem que ser a última opção e tem que ser feita se há doenças associadas. Isso depois que descobri problemas sérios que poderiam me levar a morte (fígado), por que senão, nunca, disse NUNCA, teria passado pela cirurgia, se fosse só estética, de maneira alguma!!!

E não adianta, tem que fazer uma reeducação alimentar antes, tem que fazer acompanhamento clínico, nutricional e PRINCIPALMENTE PSICOLOGICO, não adianta nada operar e continuar pensando como gordo. Fala sério...

Antes da cirurgia eu era acompanhada por:
- Clínico / endócrino
- Nutricionista
- Psicologa
- Psiquiatra

Agora sou acompanhada por:
- 2 clínicos / nutricionista
- Nutricionista
- Psicologa
- Psiquiatra
- Gastro / cirurgião

Não dá pra ser diferente, desculpe, mas não dá. Não mata ninguém dispender umas horinhas por mês para se cuidar, sem dizer que a maioria você visita só a cada 2 ou 3 meses depois de um tempo.

Fala sério, é mais fácil cortando os pulsos com faquinha de cozinha né...


A tempo: minha vesícula vai bem obrigada! Não há pedras, nem barro, nem nada. A tomografia não deu nem a esteatose. Por segurança, daqui 3 meses repito o ultrassom, no mais, tá tudo lindo!!!

3 de nov de 2011

Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença...

Quando resolvi ter um blog a idéia era registrar minha experiência com a obesidade e com a gastroplastia. No processo de decisão por este passo tão importante, a descoberta de vários blogs, muito que sigo ainda hoje, foi muito valiosa, aprendi muito, vi muitas experiências, enfim, nada como saber o que é de quem passou por aquilo.
Há quem pense que é exposição demais, meu marido, por exemplo, pensa assim. Não acho. Não acho por que aqui o assunto é focado. Eu decidi não falar de minha família, de meu trabalho, de meus amigos, enfim, o foco é gastroplastia. Lógico que superficialmente o assunto vem a tona, mas nada que seja profundo o suficiente para ser considerado uma exposição.
Um ponto que creio ser importante, muito importante, mas que nunca expus tanto foi minha relação com meu maridão, amor da minha vida.
Quando nos conhecemos eu não estava no meu menor peso (56 kg), pesava 65 kg. Já tinha passado pela primeira crise de depressão (vide http://borboletaeunao.blogspot.com/p/sobre-mim.html) e já havia engordado um bom bocado. Porém, apesar do sobrepeso, usava manequim 38 e tinha o índice de gordura corporal muito baixo, pois malhava 2 a 3 horas de segunda a sábado, tinha o corpo muito legal.
Nosso encontro foi algo repentino, aconteceu muito rapidamente, tudo... vínhamos de relacionamentos frustrados e difíceis, sabíamos exatamente o que queríamos e o que não queríamos. Do primeiro encontro até dividirmos o mesmo teto todos os dias foram menos de 8 meses (antes dividimos parcialmente, ele ainda voltava para casa dos pais 2 ou 3 vezes na semana).


Foi tudo muito forte e mágico, sabíamos que iríamos envelhecer juntos. O processo de engorda começou depois que fomos morar juntos. Parei a academia, coisa que por si só já ferra tudo. Mas não ganhei tanto peso assim. Cheguei a pesar 73 kg mas me casei com 68 kg.
Voltei de lua de mel com 73 kg novamente... rs Troquei de emprego, e aí começou a farra do boi (ou da vaca...). Engordei  e cheguei aos 76 kg, com síndrome metabólica.
Lógico que comecei a ficar perturbada com esse processo de engorda. Tinha crises horríveis quando tentava colocar uma roupa e ficava horrível. Mas meu amado estava sempre ali, me apoiando, me consolando e dizendo o quanto me amava, de qualquer jeito que eu estivesse.
Não conseguia entender como um homem poderia ter tesão em uma mulher gorda... e ele me provava que me desejava mais do que quando nos conhecemos... cabeça de gorda é uma M...A!!!
Começamos tentar engravidar... não preciso dizer que engordei mais né... 79 Kg quando descobri a gravidez... ao longo de todo trajeto de 9 meses, cheguei a 96 kg!!! Tudo bem, inchei pacas, tanto que meu filhote nasceu antes do tempo por conta da pressão arterial muito alta, mas fiquei muito bem resolvida, me achava linda, estava plena, feliz, se fosse rica ficaria grávida todo ano!!! Rs
E meu amado ali, me amando, desejando e apoiando o tempo todo... Filhote nasceu, emagreci bastante na licença, voltei a trabalhar com 82 kg. Aí, novamente engordei... cheguei ao peso do final da gravidez. Outra depressão, e novamente os questionamentos de como um homem poderia sentir tesão pelo boneco da Michelan. Mas ele nunca deixou de me desejar, de me tratar igual quando estava magra e me cuidava, por que sim, durante um longo período pareci um mulambo.
Mas ele estava sempre ali, firme, forte e sofrendo pacas com meu processo de auto destruição. Magoei muito a ele no auge da minha insanidade, não olhava para ele mais, afinal, não olhava nem pra mim. Mas ele esteve sempre ali, firme, presente, mesmo estando tão infeliz quando eu por toda situação, nunca deixou de estar firme e forte do meu lado.
Comecei um processo de melhoria antes da decisão de fazer a cirurgia e percebi o quanto fiz mal a ele, e ao meu pequeno também. Fui egoísta. Sim, fui, mesmo que inconscientemente fui muito egoísta. Queria ficar ali, no fundo do poço engordando e me matando aos pouquinhos e ignorei o quanto importante eram aqueles dois na minha vida e quanto eu era importante a eles.
Melhorei. E a libido? Não existia. Autoestima? Vixe!!!! Passava longe. Como se entregar  plenamente ao amor deste jeito? Tinha vergonha de não ter fôlego nem para amar o homem da minha vida. Tinha vergonha e raiva de não conseguir o satisfazer da maneira que gostaria e de não me satisfazer também. Tinha raiva de não ter coragem de me mostrar plenamente ao meu homem!
Queria ficar bonita para ele, o máximo que conseguia era me sentir “arrumada”. E ele ali, firme e forte, sempre me elogiando, dizendo que era linda, o quanto me amava, e muitas vezes, no auge da minha fúria, eu o maltratei, queria na verdade me jogar de um prédio, por que não conseguia entender como poderia alguém me achar bonita, me amar depois de tanta coisa ruim sendo vivida. Mas meu marido, meu amigo, meu amante, meu amor estava ali, firme e forte. Ele, mais que eu mesmo, apostou e investiu na minha reviravolta.
Ele sempre soube meus gostos. Sempre me presenteou com bijus, roupas, e sempre acertou... mesmo depois que eu me transformei num mamute.
Ele me apoiou e incentivou quando tomei a decisão de fazer a cirurgia. Cuidou de mim, do nosso filho, da nossa casa e quase surtou com o processo. Não era por conta da responsabilidade que estava assumindo não, era com medo de me perder. Assim como eu não me vejo viva sem ele ao meu lado, ele idem. Mesmo assim ele se manteve firme e forte, ultrapassou barreiras e me deu todo apoio necessário.
Na surtada básica pós cirúrgica mais uma vez ele sofreu. Nossa, como maltrato meu marido!!! Rs Não é de propósito, e ele sabe disso, mesmo assim, ele está sempre firme e forte do meu lado.
Ele me viu chorar, sorrir, brigar, esbravejar, xingar, me martirizar, ouviu absurdos de mim,  e se mantém, até hoje, firme e forte do meu lado.
Passamos por muitas dificuldades, minha obesidade foi uma delas. Muitas provações, muitas lutas, mas estamos aí, mais firmes e mais fortes!
Nesse processo de retomada da vida saudável e redescoberta da mulher que eu sou, ele sempre me incentiva. Ama me ver arrumada, maquiada, “cremosa” como ele diz. Me paparica, me carinha, me acalanta. ME AMA!
Não tem tempo ruim. Mesmo estando com quase 100 quilos, ele sempre enxergou a Gisele que eu mesmo não conseguia mais ver, e tenho certeza, que se não fosse por ele, nunca teria conseguido me libertar das correntes da obesidade.
Ainda há um longo caminho a percorrer, ainda vamos travar muitas batalhas, mas tenho certeza de todas as vitórias, pois ao lado de um guerreiro, sempre serei também uma guerreira.
BB, te amo demais e este post é para te provar o quanto é importante na minha vida. Te amo demais, você é a luz que ilumina minha vida, NUNCA, MAS NUNCA SE ESQUEÇA DISSO!

1 de nov de 2011

Nutricionista

Hoje fui a minha primeira consulta individual com a nutricionista do Instituto Garrido. Dra. Simone. Por sorte, foi a mesma que deu a palestra pós operatória, de liberação da dieta sólida. Um amorzinho.

Bem, ela me perguntou se tive alguma intercorrência, se tinha vomitado e tal e disse que estava ótimo então não ter vomitado por passar mal e sim por entalar e disse que só 3 vezes neste período é um número ótimo (por que não foi com ela né...kkkk).

Olhou meus exames e disse que está tudo ótimo. Tudo que estava alterado já está normal e os exames estão todos perfeitos.

Questionou sobre minha alimentação típida e se surpreendeu ao ver que estou comendo as porções de carne recomendadas (na verdade, nessa aí até eu me surpreendi, jurava que estava comendo menos!). Disse que a única coisa que preciso corrigir é a ingestão de lacteos, pois agora o cálcio está ok, mas a longo prazo posso ter problemas. Tem que ser 3 porções por dia... aí meu Deus, onde vai caber né?



Acho que vou começar a enganar meu estômago... vou começar a usar Molico em pó, ao invés de preparar um copo com 2 colheres de sopa, faço com 4, só aí já estou ingerindo duas porções... continuo com os iogurtes e volto pro queijo.

Não aguentava mais comer aquele queijo branco igual isopor, por isso parei um pouco. Ela disse que posso comer queijo amarelo de boa, então, vamos variar o cardápio né! Disse também que o Minas Padrão é bem gostosinho e tem gosto de queijo... kkkkk

Dos doces, como mudei para comer a mini barrinha quando dá vontade, então, não pegou nada, mesmo assim, ela disse que 1 pequeno bombom de vez em quando não vai me matar, já que não sou compulsiva, alucinada por doces ou chocólatra, mas que se pra mim, a barrinha já matava a vontade, melhor... só não podia substituir por um lanche... ela tem que ser pra hora do aperto, não para lanches.

Para fechar, ela perguntou da água, minha amada água que não desce mais... ela disse que é normal, e que posso tomar chás... só pediu para evitar os industrializados por conta do sódio... na verdade, ela disse que até pode, mas com moderação. Então, vou começar a fazer chazinhos mate e de ervinhas para tomar friozinho no calor...

É isso, foi tudo melhor do que eu esperava, ela me elogiou e disse que estou no caminho certinho, com excessão de não ter começado ainda exercícios físicos. Juro que ia começar hoje, mas a dor que estou sentindo é tanta, mas tanta que mal estou conseguindo ficar em pé. Ainda bem que na próxima terça já tenho gineco.

31 de out de 2011

Praia!!! Ai se eu te pego!!!!

Fui a praia neste final de semana. Claro que com maio largo né. Meu maio é 50, estou usando 46... mas tá valendo, deu para encarar, ainda mais por que não pude entrar na água. Estou de chico novamente... fala sério...

Coisa boa poder correr atras do meu filho livremente (quer dizer, nem tanto, senão a teta pulava do maio largo) sem dores e sem ficar sem ar.


Meu final de semana foi maravilhoso!!!

Para fechar, meu filho vem, se joga em mim, diz que estou linda e começa a cantar: "Delicia, delicia... ai se eu te pego, ai se eu te pego" kkkkkk

Observação: Ele não ouviu isso em casa!!!!!!

28 de out de 2011

3 meses de operada!!!!

Bom, então hoje completo 3 meses de cirurgia... bom né? Melhor ainda por saber que estou emagrecendo certinho dentro da meta estabelecida (o médico disse que seria 10% a 12% do peso inicial e depois entre 3% e 4% do peso corporal). Estou com 78,2 Kg!!!

Vou fazer um balanço do que ocorreu nos últimos 3 meses em minha vida:
- Perdi todas minhas roupas
- Mandei apertar um parte (que vai para costureira novamente em breve)
- Já tem outra leva lá para apertar
- Hoje levo o resto, ou seja, estou quase sem nada no guarda roupas
- Perdi vários sapatos
- Achei disposição
- Achei auto estima
- Achei forças
- Perdi as dores no corpo
- Achei minha libido (iupi!!!!)
- Consigo brincar com meu filho
- Consigo amar meu marido
- Consigo me olhar no espelho (e gosto do que vejo)
- Consigo cruzar as pernas
- Consigo abaixar para pegar algo quando estou sentada no banco do passageiro do carro
- Consigo sentar e levantar rápido no chão
- Consigo subir as escadas de casa sem parar nenhuma vez (4 andares)
- Me cuido
- Estou mais corada do que antes
- Estou oficialmente no manequim 46, desenterrei as últimas calças guardadas antigas
- Lingerie M já me serve (tô estreiando uma hoje e me sentindo...)
- Não tenho mais esteatose hepática severa (grau III), estou em leve, ou grau I
- Minha insulina está normal
- Minha glicose está normal
- Minha pressão está normal

Bem, muita coisa boa né??? Lógico, poderia estar me empenhando mais. Ainda não comecei a academia. Começo na próxima terça feira. De vez em quando como um docinho, bem pouco, mas como. Achei uma forma de driblar a vontade de comer doces, comprei essa caixinha de mini barrinhas, bateu a vontade, cabe uma certinha, e a vontade vai embora... (devia ter pensado nisso antes né?).

Enganação muito gostosa...

Meu fraco mesmo são as gorduras, nossa, tô mega sensível as gorduras... vira e mexe eu fico com o que chamo de "dumpinho", pois não passo mal pra valer, mas fico sonolenta, enjoada e com taquicardia... nada comparado ao episódio com o Achocolatado Gold. Pior que gordura é algo as vezes subjetivo. Quando é fritura você sabe que foi frito, agora quando é uma preparação meio camuflada, ferrou, como uma carne de panela ou um picadinho... e isso ocorre mesmo.

Outro ponto é que as vezes ainda entalo, raro, mas entalo (acho que ao todo devem ter ocorrido umas 5 vezes desde a cirurgia). É muito ruim, péssimo, HOR-RO-RO-SO!!!! Mas tudo bem, tudo culpa minha, quero fazer outra coisa comendo, ao invés de prestar atenção na comida, tenho mais que todo mundo mesmo.

Tenho nutri marcada para próxima terça, vamos ver se estou pisando muito no tomate. Gineco para outra semana, tô toda zoadinha neste aspecto, inclusive, meu arque inimigo Chico anda me zoando de montão... finge que vem, não vem, vem, volta, um saco!!! E sim, meu saco tá na lua com isso... deve ser alguma desordem hormonal... meu marido tá achando tudo tão lindo!!!! kkkkk

Vou ter que fazer uma tomo de abdomen, pois minha vesicula está dando area da graça, só não se sabe, pois no ultrassom não deu pra detectar, se há pedras ou não, se houver, faca novamente... que saco!!!

Mas no mais, tá tudo lindo, não me arrependo nem um pouco de ter feito a cirurgia, em momento algum me arrependi.

E, para marcar os 3 meses, fotinho tirada ontem, no espelho retrovisor do carro (sim, a louca do retrovisor!!!!) as 08 h da matina, após deixar meu filhote na creche... pena que não tenho uma de antes nesta mesma situação... as 08 h da matina num dia igual ontem estaria xingando muito e querendo voltar pra cama antes... vida nova!!!








Esqueci, perdi dois inimigos:
A balança
O espelho









 
A tempo...

A Fim de Viver: Flor, não consigo comentar no seu blog e em nenhum que possua opção de comentários com a conta do Google e não abra uma nova janela para comentários, infelizmente. O que posso te dizer sobre a lingerie é que muito antes do que imaginar vai estar se olhando no espelho com uma lingerie linda e nem vai ter percebido o tempo passar, as consultas, a cirurgia, a dieta líquida, nada disso... Vai tudo ficar para traz. Passa mais rápido do que imagina.

26 de out de 2011

Acompanhamento psicológico é fundamental!!!!

Já falei algumas vezes, em blogs de colegas gastroplastizadas, já falei aqui e  por minha própria experiência digo que o acompanhamento psicológico é fundamental para o sucesso da batalha contra a obesidade.

Acompanhamento multidisciplinar no geral deve ocorrer, mas o psicológico, creio que seja o mais odiado e despresado de todos, e, ao meu ver, é o fundamental.

A falta sensação de "mulher maravilha" ou "super homem" que muitas pessoas que recorrem a prática cirurgica faz com que achem que não precisam de nada nem de ninguém, e é mentira, precisam mais que nunca.



Abaixo, o link para um reportagem que retrata um dos piores danos que podem ocorrer com um obeso após a gastro. Estar bem preparado para a cirurgia e continuar sendo preparado para a vida depois é fundamental, sem sombra de dúvida.

http://colunas.epoca.globo.com/mulher7por7/2011/05/04/da-obesidade-morbida-a-anorexia-a-triste-historia-de-uma-jovem-de-21-anos/

25 de out de 2011

Lingerie: De GG a M em menos de 3 meses!!!!!

Olha, hoje tô me sentindo viu. Comecei o dia colocando um vestidinho. Comprei esse vestidinho para ir num casamento em uma chácara a mais ou menos 1 mês. Fiquei mega feliz por ele ser 48 e ter me servido... pois bem, hoje resolvi colocá-lo para trabalhar. Minha surpresa? TÁ LARGO!!!!

Não bastasse ter comprado um vestido preto tubinho 46 no sábado para o casamento de um amigo, agora o 48 tá grande... que  coisa linda... tô me sentindo super bem com isso.

Mas a melhor do dia ainda está por vir... fiz a primeira troca de calcinhas com 1 mês de cirurgia, sutiãs ainda consegui quebrar o galho com os que estavam apertados, até agora, só que ficaram impossíveis de serem utilizados, então, hoje fui a uma loja que tem perto do trabalho na hora do almoço para comprar. Sensação esquisita, mas não sabia se era M ou G, já que usava GG até pouco tempo...

A mocinha que sempre me atende olhou e falou, vamos ver o G... ficou IMENSO!!!! Tá bom, vamos para o M, não é que serviu??? Todos os M's que ela pegou serviram!!!! Gente, que sensação maravilhosa poder escolher o sutiã que ia comprar, que coisa mais legal. Parece idiota, ainda mais para alguém que nunca ligou muito para isso, mas é bom demais... fazia tanto tempo que não comprava uma lingerie legal.

Aí lógico que quis me atrever mais... perguntei: "Onde estão os conjuntos M?", e lá fui eu... dificilmente conseguia comprar conjuntos, pois normalmente as calcinhas são sem noção nenhuma né, numeração pra lá de furada, mas não é que consegui comprar 3 conjuntos lindos de viver!!!!

Fiquei mega feliz!!! Não tem coisa mais chata que chegar numa loja de lingeria e nada te servir e ter que pegar aquelas opções de senhora, totalmente horríveis. Lógico, não comprei muita coisa não, quer dizer, ah tá comprei sim!!!! Eu mereço!!! É loja de fábrica, tudo baratinho!!!! Comprei 3 conjuntos, 2 sutiãns avulsos, 1 sutiã para ginástica e 7 calcinhas avulsas!!!! Pronto, comprei bastante sim!!!!

Eu AMO LINGERIE!!! Tem gente que abusa dos sapatos, outras de camisas, minha perdição são lingeries e perfumes... lógico que me contenho né, mas sempre adorei... ainda volto a usar meus corpetes, minhas mega lindas camisolas, meus sutiãs mega ultra elaborados... ah se volto.


Gisele Bunchen que se cuide!!!!!

Notícia chata do dia... bem, um dos exames que fiz no meu castigo de sábado no Delboni foi um ultra de abdomen total que a gineco sempre pede... meu fígado já está acusando esteatose hepática I, ou seja, leve. Em menos de 3 meses foi de severa (grau III) para leve (grau I), mega bom né? O problema é que estou com suspeita de pedras na vesicula... tem gato na tuba sabe, precisarei fazer um exame mais elaborado para ver se é pedra mesmo ou "massa biliar" (não me pergunte que p.... é essa!!!). Só sei que se for pedra terei que operar... que M....!!!!!!

Mas tá valendo vai... no mais, aos olhos ignorantes de minha pessoa, com base somente nos valores de referência do laboratório, o restante dos exames pareceram todos normais (laboratoriais), salvo um ou outro que dizem respeito a parte ginecologica. Os referentes aos problemas que tinha antes e a vitaminas no geral estão dentro dos valores de referência, logo logo vou saber se está tudo certinho mesmo...


24 de out de 2011

Delboni Auriemo e Fazenda dos Pequeninos

Então, no sábado de manhã fui fazer um monte de exames no Delboni Auriemo... saí de lá P. da vida!!! Segue histórico no Reclame Aqui, vale dar uma olhada e boicotar esse tipo de coisa... nenhum prestador de serviços de saúde está prestando favores e sim serviços, muito bem remunerados por sinal se colocarmos a qualidade em check.

http://www.reclameaqui.com.br/1855655/delboni-auriemo-medicina-diagnostica/desrespeito-ao-paciente-e-despreparo-no-atendimento-entre-ou

No domingo fui fazer um passeio em família numa tal de Fazendinha dos Pequeninos com cupons que adiquiri no Groupon, outra roubada... segue link também para o Reclame Aqui...

http://www.reclameaqui.com.br/1852639/fazendinha-dos-pequeninos/insatisfacao-total

Enfim, mesmo com tantos transtornos, o final de semana foi show, e fechamos o mesmo assistindo um filminho e comendo pipoca em família, dilícia!!!!

23 de out de 2011

Diário alimentar de final de semana (21 a 23/10/2011) - O CAOS!!!!!!!

Definitamente já sei que tenho um sério problema no final de semana... além de não conseguir comer o suficiente, não tomar líquidos o suficiente, a maior parte do que como é péssimo para mim... não tem nada do que preciso...

Ah tá, mas a quantidade é ridícula!!! Sim, é ridícula, mas eu não tô nem um pouco preocupada em engordar agora, até por que, sei que meio bombom uma ou duas vezes por semana não farão isso, muito menos o biscoitinho doce que comer, ou a bolacinha que pegar por não ter uma frutinha a mão... não cabe mais que um mísero pedaço, e no geral, não tenho apelado para isso normalmente.

O que pega é a qualidade do que estou comendo no sentido de não colocar no meu corpo nutrientes o suficiente, uma vez que não absorvo mais tão bem os mesmos.

Final de semana é sempre uma correria só, um horror, preciso achar uma fórmula que faça com que consiga comer numa boa, direito e as vezes necessárias.

Sexta feira - 21/10/2011
Café
1 esfirra de carne (só com metade da massa)
1 xícara de café com leite (integral, ferrou!!)

Almoço
4 cubos grandes de carne cozida
1 colher sopa de batata e cenoura cozida com a carne
1 colher sopa rasa de arroz
1 colher sopa rasa de feijão
1 colher de servir rasa de abóbrinha refogada

Colação 1
1 biscoito wafer
1 biscoito de leite

Colação 2
1 copo de iogurte corpus de ameixa

Jantar
1/3 de miojo com ovos
1 colher de sobremesa rasa de doce de leite (uiiiii)

Resumo do dia: Fala sério!!!!!! De manhã simplesmente esqueci que gordura me dá dumping. Pedi o café com leite e grande, lógico que eles fazem com integral. Fiquei sonolenta e com enjoos horríveis por quase 2 horas... quando passou, diarréia!!!!

A noite miojo é flórida né!!!! Não tinha nada em casa que fosse rápido para eu comer. Tinha que estar em jejum de 12 horas para fazer exames no sábado. Então, comi o que era mais rápido de preparar. Resultado disso???? Gases insuportáveis, pois já vi que não posso comer ovos, a não ser que seja no meio de alguma preparação que leva os mesmos... tipo um suflê... A sobremesa... bem... minha história com doce de leite é complicada, é o único doce que amo... o potinho de doce de leite tá rolando na geladeira desde o dia 12/10, até hoje só comi duas colherinhas, no dia 12/10 e na sexta... rasas, pequenininhas, depois da refeição princiapal, ou seja, me sinto uma vitoriosa!!!

Sábado - 22/10/2011
Café
6 bolachas cream cracker
1 copo de cappucino

Almoço
1 colher sopa arroz
1 colher sopa feijão
3 nuggets assados

Colação
100 ml de suco de laranja
1/3 de lanche de hamburguer com cheddar do Bob's

Jantar
1/3 miojo com requeijão
2 nuggets assados

Resumo do dia: As 6 bolachas da manhã foram por pura falta de opção e consumidas ao longo de longas 3 horas no laboratório (que vai ganhar um post exclusivo devido ao desrespeito).

O almoço, bem, normalmente quando estou com pressa ou vou comer fora, divido o prato com meu filho, ou seja, como uma merrequinha.

O lanche foi falta de opção, peguei o com mais proteína, mas não consegui comer mais que 1/3, nunca curti lanche, agora muito menos. Estava com meu filho e meu afilhado no shopping e sem a menor disposição de ficar correndo atras de criança enquanto comia um prato com bife...

O jantar... sem comentários...

Domingo - 23/10/2011
Café
1/2 pão na chapa com manteiga light (uma ponta de faca)
1 copo de iogurte Corpus de ameixa

Almoço
1 colher sopa arroz
2 colheres sopa de carne (strogonofe, só a carne e champinhon)
1 mini almondega

Colação
8 fandangos
1 mão de pipoca

Jantar
2 bolinhos de arroz
3 pedaços de carne assada pequenos

Resumo do dia: Comi pouco, muito pouco, quase não bebi água... me senti até mal... fomos fazer um passeio (que também vai ganhar um post exclusivo, talvez junto com o laboratório...kkkk) e perdi totalmente o apetite que não tenho...

O fandangos foi no caminho para casa e a pipoca assistindo em família "Deu a louca na Cinderela".

Na janta, o bolinho de arroz, que fiz para meu marido depois de muito lançar "vontade de comer bolinho de arroz" era frito... acho que substimei o danado, comi dois, e lógico, passei mal... fiquei enjoada que só... acabou com a noite né... enfim...

O negócio é que preciso colocar o pé no chão e começar a comer direito no final de semana. Poxa, durante a semana faço tudo tão certinho (tirando os pequenos tropeços), por que não conseguir no final de semana né?

21 de out de 2011

Diário alimentar - 20/10/2011 - quinta feira

Café
1 pão integral sem miolo
10 gr de manteiga
1 copo de chá mate

Almoço
1 colher de servir cheia de carne moída com maxixe (proporção 95% carne)
1 colher sopa rasa de arroz
1 colher sopa rasa de feijão
1 colher de servir rasa de abóbora cabotian

Colação 1
1 bombom Galak
1 biscoito pequeno caseiro doce

Colação 2
1 esfirra de carne (sem metade da massa)

Colação 3
1 copo de iogurte corpus de ameixa

Jantar
1/2 tomate em rodelas
2 cubos grandes de carne cozida
1 colher de servir de batata e cenoura cozida junto a carne
1 colher de sopa de bolo de aniversário recheado com doce de leite sem cobertura e massa (ou seja, só o doce de leite...kkkkk)

Bem, dois docinhos né... que coisa, fiquei um tempo sem escrever o diário e retomo bem no dia que tenho duas pequenas recaídas... fala sério hein... rs... isso não tem sido rotina, ocorre 1 a 2  vezes na semana...

No mais, terça feira começo a malhar... quero só ver... rs

18 de out de 2011

35 anos com carinha de 34 e meio...

Então, hoje completo 35 anos de vida! Caraca, parece que foi ontem que completei 20...

Primeiro aniversário gastroplastizada, tô me sentindo... normal... kkkkk Nada de diferente... na verdade, entrei num estágio que as vezes nem lembro da cirurgia... que coisa...

O cabelo continua caindo e o ritmo de emagrecimento parece ter diminuido... acho que entrei no tal do platô, parece que ele acontece do 2o para o 3o mês após a cirurgia né?

Mas é isso, passei por aqui somente para me desejar tudo de bom!!! rs

14 de out de 2011

Consulta com a nutricionista

Hoje vou na minha primeira consulta individual com a nutricionista. Bem, acho que vou levar bronca. Primeiro por que acho que não estou comendo carne suficiente, segundo por que andei escorregando nos doces. Nada temível, mas escorreguei.

Novidades?? Não muitas.

Eu tracei uma meta pessoal de estar com o mesmo peso de quando descobri minha gravidez antes do meu aniversário de 35 anos, que ocorre na próxima terça, dia 18 (dia mais lindo do ano!!!). E já atingi essa meta!! Tô muito feliz com isso.

Mais que isso, entrei numa calça que usava no dia que descobri a gravidez, show de bola né?

Que mais...

- Meus sutiãns estão enormes, horríveis, preciso comprar outros urgente!!!
- As roupas que foram apertadas a pouco tempo já estão começando a ficar largas.
- Meu cabelo começou a cair... é... começou... não é nada desesperador, mas está caindo, tipo quando amamentei.



Vamos ver as novidades depois da consulta.

+++++++++++++++++++++

Em tempo... a coisa aqui no trabalho pegou fogo e tenho uma série de coisas particulares que tenho que resolver entre hoje e amanhã, ou seja, consulta remarcada para dia 01/11/11, cabalistico não???

11 de out de 2011

Dias difíceis

Final de semana corrido, comi errado, novidades??? Nenhuma né. Tudo bem, novidades, estou de olho nos doces, ou melhor, de olho longe dos doces.
Estive em treinamento ontem e hoje, meu Deus, acumulou um monte de coisas para fazer, não consegui me alimentar do jeito correto, andei de ônibus... nossa, to só o pó!!! O bom de tudo é que consegui andar bastante pois tinha 1 hora e meia de almoço.
Que mais de novidades...
Comprei uma calça legue branca e M!!! Simmmmmmmmm!!!! A G ficou imensa. Calma, não vou sair desfilando minha bunda de pudim por aí numa legue branca não, é para uso restrito em baixo de outra roupa... mesmo assim, a danada é M, M de médio!!!!! E numa loja de roupa comum e não uma loja de tamanhos grandes. Tô me sentindo né... rs...
As roupas que mandei apertar já estão começando a ficar largas...
Já saí da casa dos 80, tudo bem, só 100 gr, mas não é mais 80, é 79,9 kg!!!!!!
No mais, estou cansada, muito cansada!!! Andar de ônibus acabou comigo... aí que sensação de ser uma sardinha... sem preconceito nenhum, mas o povo podia pelo menos usar um desodorantezinho né... não  mata ninguém... se bem que dependendo pode piorar, enfim... peço a Deus que me dê pelo menos uma renda de 3 salários mínimos por mês até o final da vida para eu poder manter um meio de transporte particular... affff!!!!!

4 de out de 2011

Pé na jaca e atividade física

Olha, uma amiga do trabalho estava de sacanagem comigo viu... foi para Minas e voltou com queijo e doce de leite. Já viram alguém que gosta de doce de leite??? Não, vocês nunca viram... EU AMO DOCE DE LEITE... É definitivamente meu calcanhar de aquiles... sou vidrada, alucinada, louca por doce de leite...

Tô fazendo uma análise superficial e tô ingerindo muito doce cara... tudo bem, a quantidade é ridicula para quem realmente como doces... mas para alguém que fez gastroplastia e que não poderia nem pensar em ingerir açúcar, só falar a palavra açúcar já deprime!!!! Pior que não é necessidade (com excessão do doce de leite de ontem, que foi necessidada psiquica), quando vejo já comi... é uma merrequinha, mas, de grão em grão (de açúcar) a gorda não emagrece né!!!!

Tô buscando algo para fazer como atividade física. Dei uma olhada em lutas. Gostaria muito de fazer boxe ou muai thay, mas aí, vem meu maridão e me pergunta: "Não seria bom ter algum condicionamento antes de ir para uma luta, tipo caminhar, musculação, hidro?". Pronto... caiu a ficha... sedentária desde final de 2004, obesa e recém operada, tô me achando demais né???

Colocadas as patas no chão, pensei em hidro. Achei uma academia ótima perto de casa, não é cara, mas, na minha atual situação financeira, se desse para gastar menos seria melhor.

Gastar menos... hummmm.... do lado tem uma academia de musculação, são R$ 20 reais de diferença na mensalidade e não tem muita gente na academia... gostei... achei bem legal... mas será que ainda tenho saco para musculação??? Na verdade nunca tive né... apesar que seria o melhor para não ficar caidassa...

Tem outra ainda perto de casa, mais barata ainda, mas tipo, a última vez que entrei lá tinha um povo meio bruto sabe, tipo pedreiros e seguranças malhando, nada contra, mas só eu de florzinha, menininha, no meio do povo bruto, sei lá se ia me sentir bem... outra coisa é que preciso ir num horário e ver como é a questão de uso de aparelhos, ninguém merece chegar lá e ficar horas esperando para usar a esteira né...

Outra opção seria fazer caminhadas e com o tempo tentar evoluir para corridas. Tem uma avenida enorme perto de casa, agora já vai entrar o horário de verão, é de graça... mas sei lá, e a coragem? Todo mundo que conheço que corre fica meio "viciado", será que ia gostar também???

Bom, o fato é que preciso urgente começar a movimentar meu corpo, senão não vai adiantar muita coisa... essa semana resolvo isso definitivamente... acho que vou fazer 1 semana gratis na academia do lado da hidro, assim, quem sabe me animo né...

Diário alimentar - 03/10/2011
Café
2/3 pão integral sem miolo
1 fatia grossa de queijo branco
1 colher sopa requeijão
1/2 copo de chá

Colação 1
1/2 copo de iogurte Corpus ameixa

Almoço
1 colher de servir de carne cozida
1 colher de sopa de arroz
1 colher de sopa de feijão
2 colheres sopa de abobrinha

Colação 2
2 fatias de queijo
1 colher de doce de banana caseiro (banana, limãe e sucralose)
1 colher de doce de leite com ameixa

Jantar
1 pedaço de suflê de espinafre (equivalente a 1 colher de servir)
4 cubos generosos de carne assada no creme de cebola

Balanço do dia: Tô mega sem vergonha na cara... tenho que banir definitivamente o açúcar da minha dieta!!!!

3 de out de 2011

Diário alimentar - No final de semana??? Faz-me rir!!!!

Gente, não dá, definitivamente não dá... não consigo fazer o diário no final de semana, por mais que me esforce não rola!!!

De chico e sozinha com meu filho então, mal consegui comer, quem dirá escrever o que comi!!!

Bem, não houve nenhum deslize terrível, tirando que quase não tomei água, mas por outro lado me empaturrei de chás (não adianta, água não desce mais como antes). Não comi muita carne, no sábado até comi as duas vezes, mas no domingo falhei na janta, onde comi frango.

Difícil é dizer para o maridão que quer agradar que ele não pode mais comprar sorvete que não seja Diet, zero açúcar e gordura né... ou seja, Molico!!! E olhe lá... Tadinho, no sábado depois de ir na feira e no mercado ele chegou todo feliz com um sorvete maravilhoso da Kibon de Pudim de Leite!!! Vê se isso é coisa para dar para esposa gastroplastizada!???

Ele ficou todo murchinho quando disse pra ele que não poderia ter feito aquilo... coloquei um pouco no potinho, já que já tinha almoçado, e fui comer com ele... devo ter ingerido um pouco mais de 2 colheres de sopa grandes (o que é uma barbarie!!!!), não preciso dizer que tive dumping, preciso????? Dormi a tarde toda com os piores pesadelos, mas que isso, parecia que meu coração ia sair pela boca... creio que nem tanto pelo açúcar e sim pela gordura, que é meu mal...

No domingo, após almoçar, peguei uma colherzinha de sopa rasa, do mesmo sorvete, para tirar a prova dos 9... batata, não passei mal... então, o pote vai durar uns 8 meses, comendo de vez em nunca uma colherzinha de sopa, é capaz de vencer... assim espero... pra falar a verdade, nem curti muito, é muito doce, e não curto doce muito doce, na verdade, não curto muito doce, é que no calor é gostoso tomar uma coisa friazinha né...

Que mais fiz de caca??? Acho que nada, foi só esse deslize mesmo... não ingeri minhas 3 porções de leite nenhum dos dias, comi muito menos do que deveria, tomei muito menos liquido do que deveria... enfim, caos total... dia 10 vou pegar algumas dicas com a nutri de como não fazer uma tomatina nos finais de semana, por que pisar no tomate é pouco!!!



No mais, que a semana seja abençoada e magrinha!!!

2 de out de 2011

Mas qual a diferença???

Uma amiga minha me questionou o que mudou no meu corpo em relação a cirurgia, já que sempre afirmo que não houve nenhuma mudança radical na minha alimentação. Eu passei o texto abaixo para ela, em explicação, afinal, ela não navega no mundo dos gastroplastizados, não conhece a fundo, como nós, o que ocorre com o corpo neste procedimento.


A qualidade da minha alimentação continua igual antes, mudou a quantidade e normalizou um monte de coisas no meu corpo. Tudo que coloquei no texto foram explicações que recebi da médica endocrinologista que me acompanhou durante quase 6 anos antes da cirurgia, então, se houver alguma bobagem escrita, não me culpem... rs...


Passei o texto abaixo para ela e uma referência simples do que ocorre no corpo da gente...


***


Gi, me tira uma dúvida...vc sempre fez dieta e não conseguia emagrecer...o que muda com a cirurgia, se a qtde que está comendo é quase a mesma? (Ela se referiu a quantidade calórica, que realmente é quase a mesma)


***


Vamos lá, na verdade, após vasta investigação, ninguém soube me explicar muito bem por que não emagrecia com uma dieta de 1400 calorias, que não é muito diferente da que faço hoje (hoje deve ficar entre 1000 e 1200) e exercícios físicos.


Uma coisa é fato: eu era insulino resistente, ou seja, meu corpo não queimava a insulina produzida. Com a insulina alta, há uma desordem hormonal natural que faz o metabolismo praticamente estacionar, ou seja, não adianta dieta e exercício pois a insulina impede que o metabolismo funcione corretamente.


Além disso, a própria doença do fígado também causa uma desordem, a glicemia alta idem e tudo isso junto ao mesmo tempo, desordenam todos hormônios femininos, o que faz com que a engorda seja eminente... ou seja, eu não ter engordado por tanto tempo, mesmo tendo até ficado sem menstruar durante 8 meses já é lucro, pois numa mulher sem problemas com fígado e insulina, isso teria gerado um ganho de peso alto.


Com a cirurgia o que muda é que é feito uma redução do tamanho do estomago, que antes tinha quase 2 litros de capacidade (expandível) e hoje tem 50 ml e também há o desvio de 1 metro do intestino, o que reduz drasticamente toda absorção dos alimentos, inclusive das vitaminas, que gera a necessidade de suplemento para sempre.


Estou anexando uma imagem e um link para uma melhor visualização da cirurgia, o que ela faz "por dentro".






Quando falo a mesma quantidade, estou falando no dia a dia... por exemplo, eu sempre trago meu almoço... a quantidade que trago é a mesma de antes, mudou o que trago, agora 80% da marmitinha é carne, dificilmente há arroz nela, visto que gosto de verduras e legumes e não caberia tudo, então, priorizo a carne e vegetais.


Conseguiria comer tranquilamente após o almoço antes uma fruta e sempre comia, ou até mesmo, raras vezes um docinho, hoje não cabe.


Café da manhã, usualmente comia 1 pãozinho, requeijão e café com leite, hoje é 1 pãozinho sem miolo, com queijo e chá...


Jantar sempre comia em exagero. A comida era fresquinha e sempre comia na frente da TV sem prestar atenção, então, sempre ia um mega prato, em relação ao que comia no almoço era uma mega prato... devia dar entre 400 e 500 gr mais ou menos. Hoje como a mesma quantidade do almoço.


As colações estão mais saudáveis... antes comia um biscoito, uma barrinha, um potinho com frutas, hoje como um queijo branco ou uma frutinha.


Tenho que priorizar as proteínas na dieta (queijos, leite e principalmente carne vermelha) por conta da baixissima absorção de B12 e ferro e da perda de proteínas por conta do emagrecimento acelerado, então, mudei a alimentação um pouco.


Mas a quantidade calórica diária, se comparada com um dia antes da cirurgia onde conseguia seguir a dieta corretamente, não mudou significativamente não...


Espero ter conseguido explicar... rs...


http://www.gastroplastia.net/tipos_de_cirurgia.html#Bypass%20em%20Y%20de%20Roux

1 de out de 2011

Ai que saco!

Nossa, é punk mesmo. Não dá, quem faz a redução de estomago tem que ter paz, tranquilidade e tempo para se alimentar.


Demorei pacas para ir almoçar hoje (quer dizer, ontem), já fiz errado, aí, se não bastasse, como estava pilhada, acabei comendo rápido demais, pronto! Bastou para eu ficar brincando de bulldog né...






Caraca, acho que isso é o pior de tudo, por que você fica babando, babando, aquela saliva que não desce, e a que desce derrepente volta, putz, ninguém merece!!!! Enquanto não volta aquela saliva toda você não melhora.


E tudo isso porque você "entope" a porcaria da passagem do estomaguinho para o intestino... as vezes nem é por que não mastigou, o comer rápido também faz isso, acho que não dá tempo de "descer" a garfada e acaba acumulando, até ficar aquele "bolo" entupindo a passagem.


Putz... devagar eu chego lá...

30 de set de 2011

Vida de fêmea

Olha, vou contar uma coisa... depois da cirurgia a monstra tá acabando comigo... já estou entrando no 3o ciclo e tô aqui, quase morrendo de tanta dor!!! Sem contar que perco quase todo sangue do meu corpo né. A gineco me indicou um medicamento para diminuir a dor e o fluxo, afinal, não posso ficar anemica por causa da monstra, poxa!!!

Depois de quase 1 ano sem menstruar, agora meu corpo tá tirando todo atraso... socorro!!! Não vejo a hora de poder fazer algo em relação a isso. A médica disse que devo esperar pelo menos uns 4 ciclos, para ver se regula e escolhermos o método a ser utilizado. Odeio camisinha com todas minhas forças!!!!

Ontem estava batendo um papo com algumas amigas e saiu o assunto das limitações do obeso. Sabe, por mais que uma pessoa que seja gordinha diga que leva uma vida normal, esquece, não leva... tudo é difícil. Comentei com esse grupo sobre o programa a Liga, onde o Rafinha colocou uma roupa especial com peso e tamanho de obeso mórbido e simulou ir ao trono... ele só solta um "Véio, não dá pra limpar a bunda!!!!", e é a pura verdade, tudo se torna muito difícil!

O simples ato de se lavar e se limpar se torna um número de contorcionismo, é muito punk! Fazer atividades cotidianas então nem se fala. Poxa, tinha dificuldade até para levantar e abaixar. Tô muito longe da minha meta, mas nossa, a vida já é outra.

Sexo então. Vixe!!! Para mulher (pelo menos para mim o processo foi assim) é quase que brochante. Você tem desejo por seu parceiro, mas tem uma série de agravantes que acabam desistimulando até a começar o ato, olha só:
- Gordo sente dor em tudo que é lugar para fazer qualquer coisa
- Mudar de lado na cama já é complicado, imagina de posição para namorar
- Cansa fácil
- Tem falta de ar fácil
- Não tem acesso fácil as "coisas"
- Fica limitado
- Tem baixa autoestima, ou seja, se acha feio, para mulher, que usa o cérebro para ficar excitada, pronto!!


Ou seja, é difícil demais para um gordinho, quer dizer, no caso uma gordinha, ficar a vontade totalmente com a relação íntima. Lógico que tem hora que você abstrai mas depois fica aquela coisa de "nossa, não sou mais a mesma pessoa, queria tanto ser como antes".

Namorar quem a gente ama é tão bom né??? (para os solteiros quem não ama também... kkkkk), poxa, tão chato ficar todo "travado" na hora H.


A perda de peso, mesmo que parcial já dá uma mega diferença neste aspecto, é tão bom voltar a se sentir mulher...



E agora a comilança de ontem né...

Diário alimentar - 29/09/2011 - Quinta feira
Café
1 pão integral sem miolo
2 colheres de requeijão light
1/2 copo de chá


Almoço
Fui no rodízio de comida japonesa!!!! ai ai ai... não sei os nomes direito, vamos lá...


4 rodelinhas de pepino em conserva
3 "moitinhas" de shimeji (ou raminhos, sei lá o nome, comi só para dizer que comi)
1 sushi daqueles de rolinhos, só que ao invés de alga em volta, tinha salmão, em volta e em cima
3 sushis de salmão pequenos, com pouco arroz (o lugar é meio "mal servido")
10 fatias finas de sashimi, sendo 6 de salmão, 2 de atum e 2 de sei lá o que
1/3 de banana flambada com sorvete de creme (ui... meti o pé na jaca!)


Colação 1
1 fatia grossa de queijo
2 colheres de sopa de doce de banana (banana maçã cozida com um pouco de limão e Linea Forno e Fogão)


Colação 2
1  copo de iogurte de ameixa Corpus


Jantar
1 colher de servir de arroz de forno (arroz integral 7 grãos, presunto, queijo e molho de tomate)


Balanço do dia: Tava com medo de ir no japonês, afinal, amo de paixão. Comi tudo direitinho, mastigando bem, mas... tinha que fazer uma gordice né... comecei comer a banana flambada e fui comendo, comendo, comendo... foi tudo... parecia que tinha comido um triceratops, caraca!!! Fiz gordice, minha primeira gordice!!! kkkkkk


Bebi um pouco mais de água, mas ainda está muito a desejar... socorro, tá difícil... rs...

O jantar estava uma delícia, tinha proteína, mas hoje basicamente não comi nem um fiapo de carne vermelha... me sinto tão culpada com isso... bom, mas acho que não posso radicalizar né? Até hoje, em dois meses e em 1 mês de dieta sólida só deixei de comer carne vermelha o dia todo ontem e 2 outros dias comi só uma vez, acho que não tô fazendo tão errado né??

29 de set de 2011

Espelho, espelho meu...

Bem, quando a gente faz a gastro, acho que é normal acabar se tornando mais vaidosa. Eu sou uma negação de vaidade, mas confesso que estou me redescobrindo e me cuidando mais.

Comecei pouco antes da cirurgia a usar cremes anti idade. Iniciei pelo Renew Reversalist Noite. Nossa, para mim foi a treva!!! Me deu uma alergia danada na pele e pior, o da área dos olhos me deu alergia nos olhos, parecia que tinha fumado um back de tão vermelho que eles ficavam. Show de horror mesmo foi o atendimento do SAC da Avon, horrível!!! Me decepcionei.




Fui a farmácia e comprei a linha da Loreal Revitalift. Comprei o creme noturno e para área dos olhos e a mais nova aquisição foi a canetinha para olheiras e bolsas. Estou gostando bastante, recomendo.





Eu tenho a pele com tendência a oleosidade na zona T (testa, nariz e queixo), então, não uso nada pesado de dia. Hidratante então, nossa, difícil acertar um viu... filtro solar???!!! São a treva pra mim!!! E eu odeio ficar com o rosto melando... Me acertei com um da linha Hidrafil e fiquei usando muito tempo, é um gel verde fedidinho... mas enjoei dele... aí eu vi que a Neutrogena lançou uma linha super light para peles de 25 a 35 anos, e resolvi experimentar, afinal, não é tão caro, então, se precisasse jogar fora ou doar não ia ter dó alguma... É a linha Ultra Light. Comprei o hidratante com filtro solar fator 30 para peles mistas a oleosas. Estou amando!!!



Ele é mega sequinho, é tão sequinho que tem que passar super rápido, pois ele absorve que é uma beleza. A pele fica uma delícia e bem aveludada. Melhor? O dia todo!!!

Para limpar a maquiagem utilizo o removedor da Neutrogena e para lavar o gel da Neutrogena também, que são excelentes e mega em conta. Ainda tenho muita dó de gastar muito para produtos para o rosto, minha pele é mega boa, então consigo me virar com coisas menos elaboradas. Só não tenho dó de gastar para o pancepis... aí que medo de ficar com a barriga de avental!!!




Comecei usando o creme da Loreal Sculpt Up. Gostei bastante, porém, como tem conscistencia de creme, ele não rendia muito. Assim que acabou comprei o Cellu Destock da Vichi, nossa, esse é fantástico! Rende que é uma beleza e realmente dá uma enxugada. Tudo bem que ainda estou naquela de tirar água do Titanic com xícara de café né, mas visivelmente a pele fica muito mais firme e a textura da pele fica muito melhor, sem aquele monte de ondulaçãozinha da gordura localizada e da celulite. É caro, muito caro, mas vale muito a pena!!!




Preciso achar um mega bom para os tetões agora... meu, eles tão ficando tão deprimidos, "pra baixo"... rs Não tenho coragem de pagar R$ 800 paus num que uma colega blogueira indicou, mas acho que teria coragem de pagar até uns R$ 200, R$ 250 fácil viu... Alguém conhece algum bom????

Diário alimentar - 28/09/2011 - Quarta feira

Acabou que não fui na palestra do Garrido ontem... Tava morrendo de sono e meu marido fez chantagem emocional, acabamos a família inteira em cima da cama vendo filminho. Confesso que foi muuuuito bom... mas preciso ir a palestra. Vamos ver se mês que vem eu animo, até por que, já terei passado na consulta individual com a nutricionista, aí acho que vou ter mais "incentivo"... kkkk

Vamos a comilança do dia de ontem...

Café
1 pão francês integral sem miolo
1 fatia de queijo branco

2 copos de iogurte Corpus de ameixa
Almoço
1 bife pequeno
2 colheres sopa arroz integral 7 grãos
1 colher sopa feijão
2 colheres salada de chuchu com cenoura
Colação 1
1 fatia de queijo

Colação 2
5 palitinhos de Sticks (salgadinho em forma de palito com grãozinhos de sal)
1 fatia generosa de mamão formosa

Jantar
1/2 pegador de macarrão integral
1/3 de cenoura cozida
1 fatia pequena de lagarto assado


Colação 3
2 colheres sopa de molho rose (tomate com iogurte natural)
Ceia
1/2 fatia de pão de forma
1 fatia de queijo
1 fatia de presunto

Balanço do dia: Colocando no papel parece comida pra caramba, mas ainda acho que vou tomar uma bronca da nutricionista... comi quase nada de carne... de longe não atingia a meta do dia... outra coisa que está me incomodando é que não estou conseguindo tomar a quantidade necessária de água... a urina tá mega escura... pedra nos rins não dá né... tenho que tomar liquido!!! O maridão comprou aquele Chá Branco com sabores pra ver se eu consigo colocar mais caldo pra dentro... vou começar a usar hoje...

28 de set de 2011

2 meses!!!! 14 kg off!!!!

Hoje não poderia deixar de postar, afinal, fazem exatos 2 meses que passei pela faca. Sinceramente? Nem parece que faz tanto tempo, as vezes nem parece que fiz a cirurgia...

As coisas tem sido tão tranquilas desde então (ufa!) que as vezes tenho essa falsa impressão. Tive momento ruins, mas foram tão pequenos em relação a tudo. Acho que fui realmente abençoada... ou talvez, o que todo mundo fale seja realmente verídico: preparo psicológico é tudo nesse tipo de procedimento!

Olha, parece besteira falar isso, clichê ou algo assim, mas é a pura verdade, quem é o operado é o estomago, não o cérebro, então, não adianta ter um micro estomaguinho e continuar pensando igual quem tem um macro estomagão!!!

Fome: não senti até hoje
Desespero por algum alimento: nem antes da cirurgia
Dor: só de gases, no primeiro mês principalmente
Alimentação: sem muita diferença de antes na qualidade, só na quantidade

É isso, minha opinião é que antes de fazer a cirurgia todos deveria passar por um preparo nutricional e psicológico, isso iria diminuir muito o sofrimento de alguns, apaixonados pelos rituais que cercam a comida...

Já se foram 14 kg!!! Minha primeira doação de roupas já aconteceu. A primeira leva de roupas na costureira já voltou, só tomo os suplementos, nada de remédios, enfim, minha vida tá uma beleza!!!

Hoje vou na palestra para operados do Instituto Garrido. Dr. Nestor disse para esperar fazer dois meses e ir, não há dia melhor para ir que hoje não é verdade? Só não sei se vou ter coragem para dar depoimento... ai que vergonha... (até parece...).

Bem, diário alimentar de ontem, 28/09/2011
No caminho para o trabalho
1 copo1 de corpus ameixa com leite

Café
1 pão francês sem miolo
1 colher de ricota em creme


Almoço
1 filé de peixe empanado


Colação 2
1/2 xícara de nescau cereal (junto com o filhão claro!!)

Balanço do dia: Olha, ficou muito a desejar. Não comi carne suficiente, não tomei minhas vitaminas, não fiz meus lanches, não jantei, já que fiquei empaturrada de Nescau Cereal, foi um show de horror!!! Tenho que começar a dormir mais cedo e acordar no horário para poder arrumar minhas comidinhas do dia direito... ontem foi realmente o Ó!!!!
1 porção de suflê de espinafre
Colação 1
1 kibe